RADIESSE – Novo tratamento chega ao Brasil

radiesse

RADIESSE. Você sabe o que é?

Muitas pessoas recorrem a substâncias preenchedoras para corrigir aqueles vincos causados pelo envelhecimento.

Estas depressões aparecem em diferentes partes do rosto, como as rugas marionetes (do canto do lábio até o queixo), o sulco nasogeniano (também conhecido como “bigode chinês) e a região da glabela (entre as sobrancelhas).

As substâncias mais conhecidas são o ácido hialurônico e o metacrilato, o primeiro há muito tempo utilizado por cirurgiões plásticos e dermatologistas, mas de curta duração. O ácido é absorvido entre 6 meses a 1 ano.

Já o metacrilato pode causar muitas complicações, tais como migração do produto para áreas indesejadas, reação alérgica e até a necrose da pele.

O RADIESSE é uma substância preenchedora que apresenta muitas vantagens.

Ele possui microesferas de hidroxiapatita de cálcio, um composto natural que não migra, não provoca reações alérgicas e tem durabilidade — comprovada por trabalhos realizados nos EUA — de 2 a 5 anos.

O RADIESSE pode ser utilizado para diversas finalidades como por exemplo, no sulco nasogeniano, rugas peribucais, nariz (principalmente correção de nariz previamente operado), glabela, prega no queixo e aumento do mesmo, rejuvenescimento das mãos e lipoatrofia (redução de gordura localizada (?).

É um produto aprovado pela FDA (autoridade sanitária dos Estados Unidos), pela ANVISA e pela Europa, chancelado como eficiente e extremamente seguro para o uso.

radiesse_brasil

Em relação ao ácido hialurônico, o RADIESSE apresenta ainda melhores resultados durante a aplicação.

O inchaço e a ardência são menores, já que seu Ph é neutro.

Do consultório médico, o paciente pode seguir sem problemas imediatamente ao trabalho.

Por Dr. Luiz Eduardo Ematne, cirurgião plástico membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.